Opinião

Genericamente, a estratégia apresentada é ambiciosa e responde aos desafios do tecido empresarial. Contudo, é necessário adaptar as medidas agora anunciadas aos diferentes tipos de empresas, pois, caso contrário, corre-se o risco de estas iniciativas beneficiarem sempre os mesmos.

Ler mais »

Em 2016 o défice terá ficado em 2,3%. Não é uma proeza por aí além. O anterior governo do PSD/CDS-PP reduziu o défice de 11,2% para um valor abaixo dos 3% do PIB.

Ler mais »

A dívida pública portuguesa cresce em termos absolutos e cresce em função do PIB. Esta circunstância é pública e incontestada. Sem embargo o Ministro da Economia, o mais impopular de entre os ministros, foi a Davos garantir à elite reunida no Fórum Económico Mundial que a dívida portuguesa estava a cair. A mentira é política oficial deste governo.

Ler mais »

Se António Costa tivesse um pingo de vergonha exigiria o apoio do BE e PCP e demitir-se-ia se este lhe faltasse. Afinal, não foi António Costa que disse: "Eu não pedi, nem preciso do apoio do PSD para cumprir o programa do governo"?

Ler mais »